Microtexto

https://4.bp.blogspot.com/-bbwQ_1rGfwQ/Vy_F1SkmVqI/AAAAAAAAAsk/nNXlvGlb03A5tm_U_5m7cCHgGpBCdAhowCLcB/s320/eye-841444_1920.jpg
Microtexto
Quando a luz se ausentar dos teus olhos, a última imagem a se dissipar naquele reflexo morto será a de meu sorriso.
Lembrarás das lágrimas que hoje derramo por ti. Pensarás nas tristezas que me fez passar. Maldições lhe recaiam. Terás o que mereces. Verás o real significado por trás da palavra vingança.
Não restará sangue em teu corpo e sua face será ainda mais pálida do que é ao ler esta carta.
Não assino porque sei que tu sabes quem lhe escreve. Eu sou aquel... Melhor que isso: Sou aquilo, pois sei que na sua mente não mereci status de humano. Não cheguei a ser “alguém”. Procure em sua mente. Encontre-me. Sabe que sou “aquilo” que você maltratou.
E desculpas não me pararão.
Eu estou indo até você.
Lágrima alguma me impedirá.
Em breve chegará o dia que nos veremos face a face.
Seu destino é um só.
E quando ele se cumprir, eu garanto, o brilho em seus olhos será perdido para sempre e a minha imagem será a última que você verá antes de dormir o sono eterno.
E só então estaremos quites. E minhas lágrimas deixarão de arder. E meu sorriso será de triunfo, tornando-se reflexo nos seus olhos mortos.

Comentários